ESPECIAL: 37 Coisas que "Aprendemos" nos 37 Anos do SBT (ATUALIZADO!)

Com o advento da internet e o "boom" das redes sociais, logo surgiu um público segmentado que se interessa por um assunto por ...

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

ESPECIAL - PEDIDO URGENTE: Eu Quero Ver a Gravação do Troféu Imprensa!

O horário de verão acabou. O carnaval também acabou. As férias de verão idem. Hoje, segunda-feira, dia 19 de fevereiro começa oficialmente o ano de 2018, pois este é o primeiro dia útil do ano que tá apenas começando. Tudo começa outra vez, ou melhor, tudo volta ao normal, mas se o homem nunca deixar de ser aquele mesmo ser humano entregue as próprias vontades, vaidades e preferências pessoais que entra ano e sai ano continuam, nada vai mudar. Daí percebemos o quanto chega a teimosia humana. Por isso é que precisamos todos os anos mudar para melhorar.
É nessa pequena introdução que que eu gostaria de expor um pedido muito especial e urgente. Fiquei sabendo de uma fonte, através de uma pessoa pela qual estou de birra, que foi marcada para terça-feira, dia 27 de fevereiro, a gravação do Troféu Imprensa que elegerá os Melhores (se é que poderemos chamar) de 2017 na música e na televisão, cuja data de exibição na TV está programada para 4 de março, domingo, a partir das 20 horas pelo SBT num "especial" do Programa Silvio Santos.
Foi até bom eu saber das datas e melhor ainda marcadas pouco depois do carnaval. Agora, só por que o Silvio Santos vai viajar para curtir as férias nos Estados Unidos que justificam a antecipação da premiação, isso é desculpa esfarrapada, me perdoem. Um ex-padrasto meu comentou comigo faz algum tempo que Silvio Santos não gosta de puxa-saco. Tenho minhas dúvidas porque muita gente do cast SBTista, numa referência clara ao dito cujo "Patrão", demonstra uma certa "fraqueza" pelo seguinte fato de querer sempre ganhar todos os prêmios todos os anos (talvez prescrito em cláusula contratual), criando assim uma falsa sensação de que é o melhor que se "destacou" em tudo durante o ano inteiro, em relação aos outros artistas das outras emissoras, e o resto que se foda, para poder bajular e ser bajulado. O uso indevido de imagem da concorrência continua e ninguém acionou a Justiça até agora para impedir semelhante "brincadeira de criança" que mais parece "programa de calouros", só pra satisfazer e mimar um público folgado que vive à base de pão com Nutella.
Todos sabem e conhecem a luta e o sonho que eu imprimo neste blog todos os anos em poder um dia ajudar DE BOM GRADO a melhorar uma premiação que todo ano que se preze ainda é escravo da autopromoção de um canal de TV que a promove, o SBT, e escravo de insistentes formatos ultrapassados e envelhecidos de "programas de auditório" ainda mais num tempo em que a TV está se modernizando com a democratização promovida pelos formatos digitais, coisa que o SBT reluta, temerosa em perder audiência e de nunca mais sonhar em "ganhar da Globo" ou de ser "líder absoluta do segundo lugar". Talvez eu seja o maior crítico do "Oscar brasileiro" que já existiu na internet e redes sociais, demonstro aqui uma constante preocupação, mas os SBTistas de plantão e o "fã-clube" de Silvio Santos não podem levar essas minhas críticas para o lado pessoal. Eles acham que "crítica" é quando alguém fala mal de alguma coisa, nada disso, o termo "crítica" é no sentido de OPINIÃOMe sinto mal por isso, eu sempre penso no futuro. Vejo meu nome sendo colocado numa LISTA NEGRA do SBT na qual integram também nomes ilustres como de Gugu Liberato e, agora, do Chaves, já que seus episódios serão exibidos no canal pago Multishow, do Grupo Globo.
Mandei currículo pro SBT, sem resposta. Venho em missão de paz, ideias é o que não faltam para eu apresentar a produção organizadora do prêmio que visam melhorar o prêmio de TV e transformá-lo num prêmio de música (e tem potencial para isso, como relatei no post Votação do Troféu Internet/Imprensa Sem Filtro) nos próximos anos. Quero muito ajudar. Sabem o que eu sinto? Proibido de trabalhar com televisão porque gente que mexe nesse meio vira as costas para pessoas portadoras de Asperger, como é o meu caso. Acho que no SBT é proibido alguém ter Transtorno de Espectro Autístico porque faz "perder a graça" de tudo: são ultra-sinceros (para não dizer "honestos", pois o termo é visto de outro modo em tempos de crise política no Brasil) e se surtam com facilidade por conta de uma bajulação ou brincadeira de mal-gosto (vistas sob aplausos e como "virtudes" do dono da emissora).
Se algum colunista de TV que for convidado a integrar o júri estiver lendo esta postagem do meu blog, assim como algum membro da organização do Troféu, peço mais uma vez, por mais que eu fique de saco cheio em pedir a mesma coisa e por mais que eu não me sinta bem em ainda bater nessa mesma tecla insuportavelmente, incomodando até meus seguidores, me ajudem a poder acompanhar a gravação do Troféu Imprensa no dia 27 dos bastidores e dialogar com a produção organizadora em modificar uma coisa e outra do prêmio que já estão ficando desgastados nestes tempos modernos que vivemos. Quem sabe na véspera. O Silvio aceitaria numa boa! A audiência de 8 pontos conquistados na edição do ano passado (com um amargo terceiro lugar no IBOPE) é um bom argumento para permitir reformulações (já que no horário a média de audiência fica entre 10 e 11 pontos, o suficiente para se manter em segundo lugar). Vejam quais são essas minhas sugestões de última hora:

- O voto secreto deve ocorrer em TODAS as categorias, com direito a placar na tela
- Deve ser incluído o voto do auditório, criando assim um terceiro troféu
- Um tapete vermelho no meio do auditório para os convidados entrarem no palco
- Doze jurados no palco, sendo seis de cada lado e o púlpito de Silvio Santos no meio
- Telões de LED por todos os lados do cenário
- O número de categorias deve ser o MESMO do número de jurados, neste caso são doze
- Entre uma votação e outra, um convidado para receber estatuetas anteriores, sendo três por bloco
- Os indicados devem ser divulgados com pelo menos uma semana de ANTECEDÊNCIA no site do SBT
- Silvio Santos deve ser bonificado da "disputa", conferindo-lhe um troféu especial honorário pelo conjunto da sua obra
- A apresentação dos indicados deve ser RESUMIDA com suas fotos e uma locução em off
- Logo na abertura do "programa", os jurados convidados devem ser apresentados um por um
- Os blocos devem ser temáticos de acordo com a distribuição das categorias: bloco 1 - dramaturgia (novela, atriz e ator), bloco 2 - música (cantora, dupla sertaneja e cantor), bloco 3 - jornalismo (telejornal, apresentador de telejornal e programa jornalístico) e bloco 4 - variedades (apresentadora de TV, programa de TV e apresentador de TV)
- Sugestão de jurados: Flávio Ricco, Ricardo Feltrin e Nilson Xavier (representantes do UOL); Décio Piccinini e Leão Lobo (representantes do SBT); Nélson Rubens e Sônia Abrão (representantes da Rede TV!); Cristina Padiglione (O Estado de São Paulo), Marcelo Bartolomei (representando a Editora Abril), Lígia Mesquita (Folha de São Paulo), Elmo Francfort (Pró-TV) e Edianez Parente (representando a APCA, não sei onde ela trabalha)
- Riscar as categorias de Revelação, Programa Humorístico, Infantil, de Entrevistas e de Auditório para não incentivar o protecionismo de artistas e programas do SBT por parte de um júri influenciado pelo clima do "programa" e impedir que Silvio Santos faça comentários tidos como "homofóbicos" na primeira categoria citada acima
- Antes da contagem dos votos, um jurado deve ser escolhido para comentar uma determinada categoria de sua especialidade e seus respectivos indicados
- O SBT poderia aproveitar a ocasião para anunciar as novidades da programação de 2018 e autorizar a Rede TV! (sua parceira de Simba) para reprisar e utilizar as imagens do "programa" como bem quiser

Não é mais segredo pra mais ninguém explicar o mecanismo da premiação, quais as categorias que serão votadas de bloco em bloco e os indicados que irão concorrer. Se o problema for a formatação da lista de indicados, eu tenho aqui a LISTA PRONTA dos meus "Melhores de Verdade" e se a equipe do Troféu Imprensa querer aproveitá-lo, sem problemas. Mas ainda acho ERRADO essa mania de gravar dias antes do que exibir ao vivo, o que abre prescindentes de spoilers e também a desculpa esfarrapada de que "transmissão ao vivo custa caro". Grande novidade. Me perdoem pelo desabafo que farei a seguir: Silvio Santos representa o que há de mais velho, antiquado e ultrapassado na televisão atual, por mais que ela se modernize e todas as emissoras invistam nisso como uma necessidade vital de crescimento tecnológico e de acessibilidade, ele sempre vai dizer "não" e ainda tem um fã-clube sob seu total controle achando que ele "tá sempre certo em tudo" como, por exemplo, impedir a entrada da TV digital no SBT. É assim o que eu imagino. É como se o programa dele continuasse sendo transmitido em preto-e-branco, se é que podemos fazer uma metáfora. Posso até chegar a seguinte conclusão de que a televisão atual não precisa mais de Silvio Santos, pois estamos plenamente gratos pelos 60 anos de contribuição que ele deixou na telinha, os 55 anos de seu marcante e inesquecível programa dominical e seu legado que tá aí até hoje: a linha de shows de variedades preenchendo os domingos da TV. Ele não precisa de absolutamente mais nada se a gente estiver na pele do dito cujo e não estou ofendendo a honra dele. É a mais pura realidade e demonstração de preocupação.
Que esse pequeno desabafo não seja levado pelo lado pessoal da classe SBTista, repito de novo. SÓ QUERO UMA OPORTUNIDADE, UMA CHANCE, UM CONVITE. Não me rotulem, não quero ser alvo de chacota de ninguém e não vou agredir ou ofender ninguém no dia do "evento", fiquem sossegados. Quero ficar na minha. Sou polêmico, sou. Critiquei, sim. Xinguei, sim. Ofendi, sim. Desabafei, sim. Chutei o balde, sim. Pus pra fora o que eu sinto de tanta amargura e frustração que trago dentro de mim pela TV brasileira por conta dessa Síndrome de Asperger. Posso até integrar o corpo de jurados, porque, basta o ano passado terem colocado um blogueiro de moda para escolher os melhores da TV. Nada a ver. Ou até mesmo AJUDAR o próprio Silvio Santos no palco durante a votação e na entrega das estatuetas aos artistas. Só dessa forma é que o meu desejo de fazer um Troféu Imprensa 100% independente no futuro possa se tornar uma realidade. A cada dia, venho sendo bastante conhecido nas comunidades sociais (vide Guerrilheiros da TV do Juliano Trindade) por esse AMOR que eu transbordo pelo veículo televisão, que poderia ser o mais próspero meio de trabalho que exista no Brasil, mas os interesses dos "poderosos" impede tal coisa.
Não existe ninguém mais apaixonado por televisão neste mundo do que este blogueiro que vos escreve, modéstia a parte. O post Balanço da TV Brasileira em 2017 fará com que vocês mudem de ideia e reconsiderem suas opiniões a meu respeito, SBTistas de plantão e colunistas de TV que julgarão os melhores do Troféu Imprensa. Não vou vestir a carapuça de ninguém e não vou perder meu caráter em troca de superestimar um canal de TV que corre o risco de morrer junto com seu proprietário "superstar". Fico irritado com a "educação" das filhas que ele criou, que a cada dia nos corredores da Anhanguera fazem a caveira de seus inimigos e desafetos que superlotam a LISTA NEGRA do SBT. Que isso não seja um empecilho para que eu consiga essa chance única de presenciar pessoalmente a gravação do Troféu Imprensa. Só quero que entrem em contato comigo e me convidem para sentar pra conversar. Pois nada melhor que se resolva com uma boa conversa, um bom diálogo. Pois o Troféu Imprensa tem história (gosto do prêmio por causa da sua história pouco explorada) e essa história não pode ser esquecida para que ela se reformule e se modernize nos próximos anos. O momento não é de superestimar ninguém. Quem sabe com a minha entrada no Troféu Imprensa deste ano, a Globo libera o Roberto Carlos para receber um monte de estatuetas que estão à espera dele até hoje. 😉

PERDOEM-ME E QUERO TAMBÉM SER PERDOADO PELO QUE FIZ E ATÉ PELO QUE NÃO FIZ.
PELO FUTURO DO TROFÉU IMPRENSA, EU QUERO ESTAR LÁ! NÃO PRA BAJULAR E SIM PRA DEBATER OS RUMOS DA TV!

Compartilhem e divulguem esta postagem! Me ajudem, por favor! Help me, please! E não me façam ter uma nova síncope.

Dedicado a Hugo Meneses, Gustavo Nárlir, Fábio Siqueira, Éder José Miola, Gustavo Horn, Higor Vieira, Gabriel Vianna Reis, Kaique "Tempestade Noturna", Fábio Marckezini e toda a equipe do site TV História, a linda cabeleireira Calú e a família de Plácido Manaia Nunes (ninguém menos que o saudoso criador do "Oscar brasileiro").